O que é Sustentabilidade, Desenvolvimento Sustentável e Autossustentabilidade?

Até meados do século XVII a humanidade trabalhava de forma totalmente manual, artesão com uso apenas de ferramentas básicas no desenvolvimento do trabalho, praticamente tudo manual, a demanda era pequena e mesmo ainda nesta época já havia muita exploração de matéria prima em diversos outros países. Principalmente nos países do Continente Africano. Assim surgiu a Revolução Industrial, a demanda foi aumentando, necessitava de um novo modelo que sustentava o número de pessoas com seus sonhos de consumo. Teve seu início na Grã-Bretanha e se estendeu na Europa, conforme o tempo novas invenções / e muitas fabricações em larga escala.

– Sempre, nada foi levado em conta, quanto ao meio ambiente, tudo era feito SEM CONSIDERAR O FATOR EXPLORAÇÃO DE RECURSOS QUE SE TORNARAM CADA VEZ MAIS ESCASSOS, MAS NÃO APENAS ISSO, surgiam diversas causas com altos impactos ambientais e sociais que a revolução industrial trazia consigo, POLUIÇÃO, SATURAÇÃO DE CONTAMINAÇÃO, DESERTIFICAÇÃO, SECAS PROLONGADAS, DEVASTAÇÃO DE BIOMAS INTEIROS, PERDA DA CADEIA ALIMENTAR, PERDA DAS VIDAS DA BASE DA CADEIA ALIMENTAR em massa, a necessária segurança de alimentos, água potável e salubre, saneamento, educação básica, transporte, moradia, segurança, energia, saúde preventiva, e necessidade da garantia de todos os direitos pétreos-Lei Natural, o bem estar geral e global.

– Tudo muito rápido no processo produtivo globalizado atual, e muitos impactos e julgados irreversíveis com a deterioração total da natureza e inspira que a população globalizada, ou não tem consciência do que de fato ocorre, ou sente-se fragilizada, sensibilizada e ainda busca uma solução definitiva para a recuperação globalizada,

– Melhoramento no sistema industrial, surgiram as chamadas organizações internacionais especializadas de vocação universal para tratar de determinada questão, como: a Organização de Meteorologia, 1874; da Organização para a Proteção da Propriedade Intelectual, 1883; a Organização Internacional do Trabalho, criada pelo Tratado de Versalhes,1919, Vigilância Sanitária, Auxílios-doença acidentários e previdenciários e os códigos da Classificação Internacional de Doenças – CID-10, e muitas outras.

– Atualmente temos um PROCESSO PRODUTIVO globalizado, RESULTADOS DA PRODUÇÃO altamente elevados, assim como os impactos ambientais aumentaram muito mais e a tendência que aumente mais ainda. Logo em mais alguns anos seremos 9 bilhões de pessoas no planeta, crescemos em progressão geométrica, e a longevidade é fato. E o ritmo de extração de recursos naturais sempre super elevados. E com a ESCASSEZ e SATURAÇÕES de CONTAMINAÇÕES, assim surgiu o termo sustentabilidade, onde as corporações, os investidores, as pessoas que compram determinado bem de consumo, passaram a exigir que fosse lançado a Gestão Ambiental e o Desenvolvimento Sustentável. Que é Gerir os recursos extraídos, minimizar seus impactos, fazer a LOGÍSTICA REVERSA ao final da vida útil de cada produto, considerando todas as etapas do trabalho.. Porque todas as nossas atividades geram impactos, por exemplo, seja extrair madeiras. E atualmente as empresas sustentáveis trabalham com Responsabilidade Social, Governança Corporativa e Gestão Ambiental provendo condições para a auto inclusão globalizada..

– Para minimizar os impactos junto ao meio ambiente e poder atender a sociedade, algumas empresas DECIDIRAM adotar modelo capaz de ter um real compromisso com o meio ambiente e com a sociedade, ações éticas sustentáveis minimizem o CUSTO SOCIAL E AMBIENTAL, aqui 14 milhões de desempregados, (ESTAMOS EM MAIO DE 2.017), sem contar o número de dependentes que aguardam por reais soluções para assegurar alimentos e garantir todos os direitos pétreos-Lei Natural.

– São muitos exemplos de empresas que se preocupam com o ser humano, com o meio ambiente e ainda tem o seu lucro garantido.

– E por isso nossa organização ambiental e social foca em manter trabalhos contínuos diários para a educação ambiental globalizada, e conta com o apoio de todas as Companhias para a UNIÃO garantindo resultados imediatos para as melhorias necessárias.

AUTOSSUSTENTABILIDADE: AUTOSSUSTENTO (CAPACIDADE, ESTRUTURAÇÃO COM O DESENVOLVIMENTO HUMANO, ALTAMENTE QUALIFICADO, CAPAZ DE INTERPRETAR COM ÉTICA E RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E SOCIAL, CAPAZ DE AUTO DESENVOLVER ATIVIDADES VOCACIONAIS – TALENTOS NATURAIS COM RESULTADOS ECONÔMICOS PARA O SEU AUTOSSUSTENTO, CONTRIBUINDO PARA A GERAÇÃO DE RIQUEZAS, PRODUZINDO DIARIAMENTE BENS E SERVIÇOS COM EXCELENTE QUALIDADE PARA SE ADEQUAR NO PROCESSO PRODUTIVO GLOBALIZADO COM TECNOLOGIA DE PONTA DE ÚLTIMA GERAÇÃO E ALTÍSSIMA PRODUTIVIDADE MAS COM A APLICAÇÃO DE CADA CENTAVO SOMENTE EM ATIVIDADES QUE SEGURAMENTE GARANTAM RETORNOS ECONÔMICOS, INOVANDO COM CUSTO MINIMIZADO, SEM DESPERDÍCIOS, SEM CONTAMINAR O PLANETA, PORQUE O ALTÍSSIMO CUSTO PARA MANEJAR ALTÍSSIMAS CONCENTRAÇÕES DE CONTAMINANTES SATURADOS, PORQUE NÃO EXISTE DESPOLUIÇÃO, E SIM EXISTE MITIGAÇÃO DE EMISSÕES, MINIMIZAÇÃO DE CONTAMINAÇÕES GLOBALIZADAS, PARA PRESERVAR A CADEIA ALIMENTAR E O SISTEMA NATURAL DO PLANETA, INOVANDO COM A IMPLANTAÇÃO DE UMA POLÍTICA PRODUTIVA ECOLOGICAMENTE AUTOSSUSTENTÁVEL — E POLÍTICA É A arte ou ciência de bem governar com excelente organização, direção e administração, planejamento-logística completa de todas as nações com saúde preventiva, garantindo o bem estar geral e global com a segurança do sistema natural do planeta que é a fonte de autossustento de todos os seres vivos.

– é de fato todas as atividades diárias com ética como amostra para serem seguidas por todas os cidadãos, desde os mirins aos mais longevos,

– assim como as normas da organização internacional da segurança total do trabalho, os métodos de trabalhos da EPA, vieram para serem minuciosamente seguidos, com ética total, responsabilidade ambiental e social e que até hoje, em 2017, ainda estamos para implantar tudo na prática globalizadamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *