Economizando energia elétrica

As fontes de energia limpa e autossustentáveis ainda são pouco utilizadas, devido principalmente aos seus custos de instalação, a inexistência de tecnologias e redes de distribuição e desconhecimento por parte dos consumidores do malefício da energia proveniente de termelétricas altamente poluentes. Com o altíssimo consumo dos combustíveis fósseis e a previsão de um aumento ainda maior do consumo em curto e médio prazo, colocam-se duas questões: o impacto deste modelo na ordem ambiental e a finitude dos recursos energéticos fósseis.

As novas fontes de energia, mais ecológicas, surgem como alternativa ou complemento às convencionais. Estamos atuando para a inclusão social delas realizando projetos que visam geração de renda para o autossustento global, diminuição do desperdício e atividades que contribuam com o natural processo para o autodesenvolvimento. Isso pode ser realizado ao aproveitar a energia solar para aquecer um fluído (sistemas solares térmicos), ou promover a sua adequada utilização num edifício (sistemas solares passivos) a fim de aquecer a água ou produzir energia elétrica, por exemplo.

O nosso país dispõe de muito mais horas de exposição do sol por ano do que o continente europeu, entre 2 200 a 3 000, o que nos favorece a sermos um dos maiores consumidores de energia solar do mundo. O sol não só é apenas uma fonte de energia inesgotável, mas também limpa e gratuita. Após a instalação das unidades de captação e armazenamento, assim como o período de amortização do custo, o consumidor fica totalmente livre de tarifas. O comprador se beneficiará ao usar livremente o sistema, usufruindo de iluminação por 24 horas por dias, caso opte, em piscina aquecida, sauna ou climatizadores.

Por isso, use energia limpa e renovável! Hoje já podemos obtê-la a preços mais acessíveis. Outro produto que colabora com o meio ambiente são as lâmpadas de LED, que são mais eficientes e duráveis, já que podem funcionar por mais de 50.000 horas.

Abaixo, relacionamos alguns exemplos de como você pode economizar energia:

1. GELADEIRA

Evite o “abre e fecha” das portas da geladeira, já que isso pode consumir muita energia. É importante também não deixá-la aberta por muito tempo, já que o equipamento absorve o calor do meio e para restabelecer a sua temperatura (isso gasta muita energia).

Para evitar desperdício de energia, ao abrir a geladeira já tenha em mente o que deseja pegar. A descongele periodicamente, a cada 15 ou 20 dias. No inverno, regule o termostato do equipamento na menor potência e não pendure roupas na parte traseira do refrigerador.

Não coloque alimentos quentes no interior da geladeira. Não forre prateleiras com toalhas, tábuas e plásticos, o que pode prejudicar a circulação do ar frio no interior do aparelho. Não deixe que muito gelo se acumule: cerca de dois milímetros dele já são capazes de aumentar em 10% o consumo de energia.

2. MÁQUINAS DE LAVAR E SECAR ROUPAS

Acumule roupa, assim você pode utilizar a capacidade máxima dos aparelhos. Use as secadoras somente em tempos muito frios e úmidos.

3. FERRO DE PASSAR

Acumule a maior quantidade de roupas possível e passe-as de uma só vez. Siga a temperatura indicada para cada tipo de tecido.

4. MICROONDAS

Sempre que possível, dê preferência para o uso do fogão.

5. CHUVEIRO ELÉTRICO

Instale aquecedores solares ou use a própria energia solar para gerar eletricidade. Assim, você terá um banho quente com energia 100% limpa, renovável e de graça. Mude a chave do aparelho de inverno para verão nos dias quentes e opte por água morna. Aquecer água consome muita energia, então para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água fria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *