Quantas árvores cada um de nós deve replantar por anualmente?

Para repor todos os biomas, com nativas e produtivas de insumos naturais, prover condições para repovoar assegurando todas as espécies, fauna e flora e também atender todas as necessidades básicas diárias – higiene, livros, etc.

E porque também, o PAPEL, não se deve compostar de forma alguma o papel, porque ele não é  totalmente orgânico, e isso compromete a salubridade, pureza e normalidade da micro e da macro vida  da biota do solo e sua rizosfera e também, recicla-se pouquíssimas vezes – pela alta contaminação – emissões poluentes para desmatar, agravamento do efeito estufa e também com as águas residuais – (branquear/tintas sintéticas, terras, areias, gorduras).

A RIZOSFERA é a região onde o solo e as raízes das plantas entram em contato. O número de microrganismos na raiz e à sua volta é muito maior do que no solo livre; os tipos de microrganismos na rizosfera também diferem do solo livre de raiz. E diante dos fatos perguntamos a cada cidadão global: quantas árvores você respeitável cidadão, desde o mirim ao mais longevo acredita deve cada cidadão replantar anualmente com planejamento total globalizado? Nossa organização ambiental e social ESO-A acredita cada um de nós cidadãos deve replantar em cada ano, no mínimo 4 (quatro) árvores! Ajude nosso PROJETO PILOTO BRASIL e imediatamente recuperar a cadeia alimentar global, mudar a cultura com as ações éticas necessárias, diárias, cada cidadão globalizado.

Convidamos você para nos ajudar a plantar com planejamento total de forma globalizada – pelo menos quatro árvores anualmente! E NOS ENVIE UM VÍDEO PARA REGISTRARMOS EM NOSSO WEBSITE COMO PILOTO PARA AJUDAR A MELHORAR TODOS OS BIOMAS GLOBAIS.

Melhorar as condições climáticas, mitigar poluentes, (absorver gás carbônico liberando ar puro – o oxigênio) e O PROCESSO PRODUTIVO GLOBALIZADO (recursos naturais globais, insumos suficientes, melhoria da temperatura global, especialmente em todos os centros urbanos globais, concretos que agravam o efeito estufa global, IMPLANTANDO com as ações diárias éticas UMA POLÍTICA ECONÔMICA AUTOSSUSTENTÁVEL COM CICLO ESTÁVEL DE PRODUÇÃO PARA A AUTOINCLUSÃO DE CADA CIDADÃO GLOBAL: o projeto planejado com logística completa conciliando com o sistema AGROFLORESTAL (nativas-produtivas de insumos e hortifruticultura).

Replantio com a recuperação do solo desertificado, recuperando o ciclo do sistema natural do planeta para a segurança alimentar global, e poder normalizar o ciclo das águas: porque nossos biomas estão sumindo a cada dia, – a MATA ATLÂNTICA – praticamente desaparecida, apenas cerca de 7 sete % dela restam, e o que são 7% com o efeito estufa? o superaquecimento global e secas prolongadas, falta de chuvas regulares e seca dos corpos hídricos globais? saturação de poluição diária global, que formou o ciclo de poluição doméstica-urbana-rural e a cada dia imensuráveis emissões globais.

Pesquisas indicam que logo seremos dez bilhões no planeta e que RESTAM apenas 456 vestígios de manchas verdes irregularmente distribuídas nas regiões que a MATA ATLÂNTICA florestava DO RIO GRANDE DO NORTE AO RIO GRANDE DO SUL e restam apenas 7 % na região onde há quase metade dos brasileiros dependendo deste bioma para sobreviver, E PORQUE SOMENTE COM A RECUPERAÇÃO DE TODOS OS BIOMAS GLOBALIZADOS é possível recuperar A CADEIA ALIMENTAR, PORQUE ELA É UNA – INDIVISÍVEL UMA ESPÉCIE DEPENDE DA OUTRA PARA SOBREVIVER. A Fauna e flora, os recursos naturais necessários, tanto para manter em equilíbrio a cadeia alimentar, como para assegurar a comida e água para todos e para tudo, e o SOLO DESERTIFICADO necessita imediatamente ser fertilizado: E COMO VAMOS CONSEGUIR RECUPERAR TODOS OS SOLOS DESERTIFICADOS E EM DESERTIFICAÇÃO, CONFORME OS PLANOS DE RECUPERAÇÃO DO SOLO DESERTIFICADO, O PAN, POR EXEMPLO: PAN – Plano Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca. E o PLANAPO O Plano Nacional de Agroecologia PARA RECUPERAÇÃO DO SISTEMA NATURAL DO PLANETA.

COM OS PRÓPRIOS INSUMOS DA CADEIA DO CICLO DO SOLO: COM O REAPROVEITAMENTO DE TODAS AS DISPONIBILIDADES DO REINO ANIMAL E VEGETAL SENDO APROVEITADOS PARA GARANTIR A VIDA DO PLANETA, CADA FOLHINHA QUE CAI DAS ÁRVORES É UM INSUMO DE FERTILIZAÇÃO DO CICLO DO SOLO e poder condicionar o solo DESERTIFICADO e poder produzir e ASSEGURAR ALIMENTOS e INSUMOS NATURAIS com nativas proliferando e a fauna repovoando, e somente assim podemos ter a segurança para a perpetuação de todas as espécies, depende de cada um de nós, GARANTIR a RECUPERAÇÃO e a NORMALIZAÇÃO DO CICLO DAS ÁGUAS-CHUVAS-AR-VENTOS-NUVENS-EVAPORAÇÃO.

E também, o FENÔMENO DA FOTOSSÍNTESE depende de solo fértil, água suficiente, a energia do sol em normalidade e melhora o ar (gás carbônico + oxigênio no planeta). CONDIÇÃO SINE QUA NON PARA A RECUPERAÇÃO AMBIENTAL, DO CICLO NORMAL DO SISTEMA NATURAL DO PLANETA.

A água salgada tem um altíssimo custo para torná-la potável e por isso tanta seca, tanta drenagem sem reposição, sem recuperação do ciclo das águas doces, porque muitos acreditam que o planeta azul tem muita água, mas não é potável, o mar azul e por isso onde os rios secaram a água do mar está sobrepondo nos vãos vazios dos rios e indo de encontro com as águas doces, e não mais as águas doces de diversos rios desaguam no mar como dever ser sempre o ciclo normal, contando que as secas das águas subterrâneas aquíferos secando, sem quaisquer monitoramento- estão comprometendo o solo com as usinas nucleares e elétricas, barragens, pontes, estradas, construções e todas as estruturas naturais, também faltam águas cisternas profundas e poços artesianos que são profundos para se conseguir águas.

A FAUNA NECESSITA DE ÁGUA CORRENTE PARA VIVER, migra em busca de água e foram dizimadas em massa, quase nada resta de fauna, há muito pouco, pela seca prolongada globalizada, bebem água de esgoto a céu aberto, com óleos lubrificantes de oficinas, sabões com solventes, e todo tipo de produto contaminante da água e solo, escoando via bocas de lobo – QUE SE TORNARAM ESCOAMENTOS A CÉU ABERTO, e em todos os locais possíveis, onde há pessoas emitindo diariamente, e isso globalmente, por falta de saneamento e plano diretor-planejamento, e pelo altíssimo custo para os trabalhos de sanear.

E o solo já desertificado por falta de manejo e condicionamento e desidratado, sem nutrientes e ainda com contaminantes, como metais pesados diariamente, todas as árvores do planeta estão em sério risco. Porque as águas residuais das casas, prédios que usam muitos produtos contaminantes em mega tapetes, lavagem de autos, bikes, varandas, e tantas outras atividades contaminantes vão escoando primeiramente nas árvores e vão para as ruas onde os animais bebem as águas contaminadas e depois vão matar os peixes diretamente via bocas de lobo.

É de grande monta as avarias causadas pelas ações diárias, muitas árvores vem caindo com erosões, enxurradas, e ventos, colocando a população e animais, – autos, fios energizados, construções em total risco de vida. Sendo que o custo para remoção é altíssimo e por isso não se remove e o risco de matar pessoas e animais é constante, diário, porque todas as árvores vêm sendo impactadas, não apenas pela contaminação direta, mas indireta, e também pelas secas prolongadas, superaquecimento global, erosões, podas feitas sem planejamento, o que vem ocorrendo diariamente, conforme constatamos em nossos labs, é feito as podas somente de um lado das árvores, elas estão pendendo para o outro lado com o peso dos galhos e caindo rapidamente, colocando em risco a população.

O CICLO DAS ÁGUAS:

Depende de todos os biomas revitalizados para normalizar O SISTEMA NATURAL DO PLANETA (ciclo do solo, ciclo das águas, ar em equilíbrio – gás carbono/oxigênio, energia do sol em normalidade de incidência dos raios solares e temperatura) e claro sem saturação de contaminantes:

– NASCENTES NATURALMENTE SURGEM COM A UMIDADE DENTRO DOS BIOMAS;

– formam córregos e deságuam nos afluentes que são fluxos maiores;

– os afluentes deságuam nos rios;

– e os rios desaguam no mar;

– quando há umidade suficiente dentro de todos os biomas para manter a água subterrânea com normal reposição pela alta drenagem para uso diário global, – necessariamente temperatura normal, amena, com chuvas regulares, formação normal das nuvens, evaporação equilibrada, vegetação ciliar protegendo o solo e mantendo as condições normais para a umidade e temperatura amena;

– com a UMIDADE DO SUBSOLO E UMIDADE SUPERFICIAL CONDIÇÃO NECESSÁRIA para que formem reservas de água, como as fontes-nascentes, açudes, lagos, e córregos, assim formando o fluxo corrente natural;

– MAS COM AS SECAS GLOBAIS A VIDA AQUÁTICA TAMBÉM DESAPARECEU, COM A MUDANÇA DE HABITAT E SATURAÇÃO DE POLUIÇÃO porque os esgotos a céu aberto vão direto via bocas de lobo para os CORPOS HÍDRICOS;

– esgotos a céu aberto vão diretamente para: nascentes, córregos, afluentes, rios;

– E os lambaris, a vida da base da cadeia aquática, assim como os peixes foram dizimados com a situação da seca prolongada, dos corpos hídricos, e poluição e mudança de habitat com a interrupção dos fluxos aquáticos.

PODEMOS AFIRMAR QUE O SOLO E ÁGUAS ESTÃO SATURADOS DE CONTAMINANTES PELOS DESCARTES EM SATURAÇÃO DE CONTAMINANTES QUE VEM:

– desde 1845, PNEUS -BORRACHA SINTÉTICA (altamente vem contaminando – tem uma área desertificada no Kwait e que no lugar de receber condicionadores riquíssimos de matéria orgânica, no lugar vem há longo tempo recebendo toneladas de contaminantes – borrachas sintéticas com infinitos pneus descartados como lixo)

– e logo em seguida do pneu de borracha sintética criado por volta de 1845, vieram todos os tipos de PLÁSTICOS em infinitos produtos;

– e os PAPÉIS (que foram inventados há milhares e milhares de anos, tem contaminantes processos de clarear e reciclar com tintas, colas, vernizes, sintéticos, bem como para todas as MADEIRAS também que deterioram com aditivos sintéticos, além de espumas gigantes, couros sintéticos, tecidos sintéticos, calçados sintéticos, decorações sintéticas, e infinitos outros produtos;

– os PAPEIS com areias, terras, tintas, contaminantes residuais ao clarear, gorduras (além de inviáveis para a reciclagem pela alta saturação de águas residuais contaminantes no solo e águas, e ainda NÃO DEVEM SER COMPOSTADOS PORQUE TODOS ESSES PROCESSOS CONTAMINANTES COMPROMETEM A MICRO VIDA DA BIOTA DO SOLO E SUA RIZOSFERA, E TAMBÉM PORQUE A GORDURA IMPERMEABILIZA AS PLANTAS E O SOLO, TAMBÉM CONTAMINA A ÁGUA E OS SERES AQUÁTICOS;

– e por isso nossa organização ambiental e social ESO-A vem convocar a população global para está urgente questão – para a mitigação de contaminantes na natureza, com o papel, fazer o uso correto, sem desperdícios, fazer o uso somente de produtos inadiáveis e extremamente necessários, e ajudando as empresas a encontrarem soluções, inovações para outras alternativas de fabricações para que haja o equilíbrio ambiental e as produções normais com inovações necessárias, com insumos naturais, e seguro descarte de águas em todas as fases de produção de cada produto elaborado;

– porque todos os descartes SINTÉTICOS INORGÂNICOS em todos os locais, solo e água inteiros, em pedaços, rasgados, cortados, pedacinhos, deteriorados pelo calor, ou umidade e impregnados de contaminantes, com produtos e restos de produtos tudo vai contaminando todos os descartes ORGÂNICOS e estes passam a contaminar também, inclusive com mini partículas de vidro que são comidos pela fauna e também pelos humanos que procuram os descartes porque passam fome.

E A NECESSÁRIA SALUBRIDADE DO SOLO E DAS ÁGUAS: (PARA IRRIGAR O AGRONEGÓCIO: É DRENADA A ÁGUA DOS RIOS, DOS CORPOS HÍDRICOS DIARIAMENTE PARA AS CULTURAS – E TAMBÉM, ALÉM DA POLUIÇÃO DOS RIOS, HÁ O USO DE LODO DE ESGOTO PARA AS LAVOURAS, E QUE OS METAIS PESADOS NÃO DISSIPAM ASSIM TÃO FACILMENTE, FICAM RESIDUAIS E NO CASO DO ARROZ, VEICULADO NA MÍDIA, HÁ IMPACTO RESIDUAL, NO CASO DO ARSÊNIO CONSTATADO EM AMOSTRAS).

– RIOS CHEIOS DE ESPUMA, lama preta, marrons, repletos de recicláveis com produtos e restos de produtos boiando e nos fundos de todos os corpos hídricos e em todo o solo, partículas no ar, água, solo e mineralizando nas plantas (dizimou os peixes em massa, com a mudança do habitat e secas prolongadas, saturação de contaminantes, pesca predatória).

PARA MELHORAR NÃO APENAS COM O REPLANTIO, MAS COM A PUREZA, A FORMA DE PLANTAR, OS INSUMOS PUROS, QUE SÃO TODAS AS DISPONIBILIDADES DO REINO VEGETAL E ANIMAL, E A PUREZA DO SOLO, DAS ÁGUAS e o ar puro para todas as vidas e para as plantas também, e porque a vida de todas plantas dependem do ciclo normal da natureza com total pureza e a energia do sol normal, e que o superaquecimento vem limitando todas as produções e nossa organização ambiental e social ESO-A trabalha continuamente para todas as soluções imediatas.

E porque tratar todas as águas para torná-las potáveis tem um altíssimo custo, e também tratar esgotos, e por isso metade da população não tem o saneamento, e a natureza recebe todos os dejetos contaminantes diários, os dejetos humanos já são muito complexos e caro o processo para lidar com esta questão, e somando todos os metais pesados e demais poluentes isso torna um processo irreversível na questão de salubridade e pureza, e potabilidade das águas, e porque não apenas metade da população é prejudicada, mas todos os biomas, todos os seres vivos, fauna, flora, solo, águas, ar, e a cadeia alimentar, pássaros dão a volta no mundo, eles bebem água contaminada e comem recicláveis e morrem, bem como todos os peixes e animais, e nas plantas são mineralizados todos os sintéticos deteriorados em micros partículas, em líquido, bem como todos os animais ciscam e comem como minhocas, como bichinhos, confundindo com os seus alimentos, muitos animais morrem, e vem sendo provado com as análises, abrindo os seus estômagos e certificando a contaminação geral e global e POR ISSO FIZEMOS UM LAB MINUCIOSO PARA PROVAR QUE TODOS COMEM CONTAMINANTES SINTÉTICOS INORGÂNICOS, observando minuciosamente todo o ciclo do processo de mineralização da matéria orgânica contaminada no desenvolvimento das plantas, e por isso vamos em outro blog expor um documentário sobre esta comprovação com vídeo e disponibilizar como prova de que devemos inovar e cada cidadão ter ações necessariamente éticas, ao longo de todos os dias para a saúde preventiva, e a necessária imediata inovação com a recuperação do solo desertificado com nativas e produtoras de insumos naturais em grande escala para imediatamente ajudar as empresas com segurança poderem trabalhar para as imediatas melhorias ambientais e sociais.

DESMATAMENTO com REPOSIÇÃO TOTAL: RECUPERAÇÃO DOS BIOMAS GLOBAIS – houve muita mudança no processo de fabricar e reciclar – porque a demanda aumentou.

O PAPEL – podemos dizer que ele ERA quase que TOTALMENTE ORGÂNICO porque na antiguidade e até um certo tempo atrás tudo era totalmente orgânico, isto é, tudo era feito com recursos naturais, insumos naturais, tudo extraído do solo, como a argila, a parte mais profunda do solo com a terra própria que tem o pigmento corante natural para pintar paredes por exemplo, (em nosso lab de produção com manejo, constatamos que a terra compactada, avermelhada, argilosa, muito dura como o asfalto mancha todas as roupas e coisas e não muda mais as cores, por exemplo, uma roupa branca nunca mais fica branca, porque há uma espécie de nódoa com forte pigmento e que impregna no tecido e não sai mais).

E também, o processo PASSOU A SER CONTAMINANTE DEPOIS, porque já HÁ MILHARES DE ANOS ELE EXISTIA, mas antes até ser inventado todos os sintéticos inorgânicos, tudo era feito organicamente, os utensílios de cozer, de vestir, de morar, comidas, um número total que é para plantar anualmente para equilibrar o desmatamento, e também, suprir todas as necessidade.

– Por exemplo, 4 árvores no mínimo e a quantia de 2 para suprir as necessidades diárias de cada pessoa.

– 8 bi de pessoas, então se for 4 = 32 bi de árvores anualmente e sendo 2 = 16 bi de árvores para reposição para as necessidades básicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *